5 coisas que devo saber sobre cólicas no bebê

Quando seu filho está sorrindo, brincando e dormindo bem, ser mãe parece mágico. Por outro lado, se seu bebê chorar descontroladamente por horas seguidas, isso pode fazer você se sentir impotente e desesperada por respostas. 

“Estou fazendo algo errado? Há algo de errado com meu bebê?”

Todo mundo que já teve contato com bebês, tem alguma lembrança a respeito de bebê com cólicas. Você estava visitando um priminho que estava inconsolável. 

Deve ter ficado se perguntando as outras pessoas por que ele estava chorando tanto e geralmente a resposta é que o bebê tem cólica. 

É comum que o seu bebê sorria para estranhos na rua, mas em casa, chora durante horas e horas por dia. E alguns dias, você pode ficar tão exausta e preocupada, que chora também. 

Então, o que é cólica? E como você lida com isso? Aqui estão cinco coisas que você deve saber sobre as cólicas:

Definição de cólica

Bem, este é um conceito difícil de entender. Estranhamente, médicos de todo o mundo, muito estimados e respeitados em pediatria, não concordam necessariamente sobre o que causa cólicas em um bebê. 

No início dos anos 70, mães que levavam seus bebês saudáveis ​​e bem alimentados ao médico por causa dos acessos de choro inconsoláveis ​​eram simplesmente informadas de que tinham bebês com cólicas, sem nenhuma explicação real do motivo. É difícil acreditar que quarenta anos depois, dependendo dos artigos que você leu ou do que seu médico pensa, você poderá ouvir exatamente a mesma coisa. Chorando = cólica?

Dor de barriga

Quando se trata de bebês saudáveis ​​que apresentam choro excessivo, uma escola de pensamento é a dor de estômago pode ser o culpado subjacente. 

Às vezes, os bebês são intolerantes à lactose, por isso têm os mesmos problemas digestivos com a fórmula e com o leite materno. Mesmo pequenas coisas como soluços ou chupar uma chupeta podem interferir na digestão do bebê e causar bolhas de gás que trarão dor e sofrimento ao bebê.

Sinais de dor de barriga

É hora de brincar de detetive e pensar sobre a linguagem corporal e o choro de seu bebê. Se você ler sinais de angústia, especialmente após a alimentação, ele pode fazer coisas como apertar o corpo, arquear as costas, puxar as pernas para cima ou cerrar os punhos. 

Todas essas posições e movimentos involuntários podem ser um sinal de dor de barriga. Você também pode ouvir o choro do bebê para detectar sinais. Gritos agudos e penetrantes podem indicar dor.

Aliviando o desconforto

Você pode trocar de marca de fórmula, ou se amamenta, experimentar alimentos diferentes para ver se isso ajuda. 

Você também pode usar produtos como aliviadores de gases, mas use sempre com a recomendação de um pediatra.

Essa fase irá passar

Estudos mostram que a cólica tende a aparecer em bebês por volta das duas semanas de idade, então, se parece que você trouxe um bebê feliz da maternidade para casa e agora esse mesmo bebê se transformou em um bebê infeliz, você provavelmente está certo. Mas lembre-se, bebês com cólicas não choram para sempre. A cólica tende a se dissipar por conta própria por volta de 3-4 meses. Até então, mantenha a calma!

Problemas de barriga podem deixar um bebê agitado. Descubra o que você pode fazer a respeito de soluços, bolhas de gás e cólicas para aliviar os sintomas.

Compartilhe nossos conteúdos !

0Shares
0

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.