bebe-chorando

Choro de bebê: saiba como identificar o que seu bebê precisa

Você está sozinha em casa e exausta. O bebê começa a chorar incansavelmente e nada o faz parar. Comum? Sim. E como identificar o motivo do choro do bebê?

O choro do bebê é um sinal que pode ter diversos significados. Entenda o seguinte: seu pequeno está descobrindo o mundo, está aprendendo a interagir, se comunicar e a entender as coisas ao seu redor. Ele não consegue falar, apontar ou indicar nada ainda, de forma precisa.

É com o choro que todos olham para ele. Com o grito que o pai ou a mãe pega no colo. É com as lágrimas que vemos adultos empenhados a ajudar. Não há forma mais fácil e eficiente para atrair a atenção que ele precisa e é por isso que o bebê chora.

O choro é uma forma de chamar a atenção e, iremos falar um pouco aqui sobre como interpretar o choro do bebê. Como entender a atenção que o seu filho pede.

Pode ser por conta de dores, mal estar, fome, manha. Como você vai conseguir identificar o real motivo e dar conta da situação?

É realmente complicado para papais e mamães de primeira viagem. Mas é possível aprender com o seu bebê e se alinhar às necessidades dele. Isso inclui desvendar o choro.

Como é a comunicação do bebe?

Os bebês são seres que ainda não conseguem comunicar-se por meio da fala. Quem jamais teve a experiência de ter que cuidar de um bebê, dificilmente terá ideia do que a criança está precisando quando ela começa a chorar. É natural, não se sinta culpada(o) por isso.

bebe-chorando-na-cama

Uma das coisas mais importantes é você ter consciência de que seu filho não será igual ao filho de ninguém. Muitas pessoas podem atrever-se a tentar adivinhar coisas sobre seu filho. A experiência de outras pessoas pode ajudar, mas não será regra.

“As melhores pessoas para essa tarefa de desvendar o bebê são os próprios pais, sempre. Isso porque quem estabelecerá uma relação diária com a criança serão vocês. “

É importante saber também que o tipo de choro está intimamente relacionado à idade do bebezinho. Conforme a criança cresce, ela percebe que o choro tem influência no ambiente onde está, e aí os motivos dos choros podem começar a variar.

Não precisa se desesperar! Vamos te ajudar com dicas de como saber o que pode significar o choro do bebê.

Quando o choro pode significar fome

Sabemos que cada bebê pode se comportar de maneiras diferentes e particulares à cada criança, ainda assim, diversos estudos de pediatria e psicologia infantil buscam há tempos compreender as razões que motivam o bebê a chorar.

É importante notar as indicações dos especialistas a respeito da fome, para conseguir distinguir com maior facilidade quando é momento certo para amamentar e quando não é, por exemplo.

Quando o bebê está com fome, o choro pode ter uma características bem específica: surgir como explosões pequenas e contínuas.

Como assim? O choro de fome tende acontecer com intervalos de menor duração porém, um é choro muito intenso e alto.

“É aquele choro que você, ao escutar, não acredita que um ser tão pequeno, pode ter fazer tanta força.”

Essa é a hora que seu bebê está chamando sua atenção pois precisa ser alimentado.

Sinais de que o choro do bebê é por causa de dor

Fome e dor são os dois principais motivos que fazem com seu bebê chore desde a hora do nascimento.

Como é único recurso que os bebês recém-nascidos possuem, o choro é tão esperado no momento do parto. Esse primeiro chorinho é pela dor que a ele ou ela sentem ao sair para o mundo e, principalmente, por respirarem pela primeira vez. Essa primeira respiração é muito dolorida para a criança.

Quando o bebê está com dor é comum que o choro seja intenso variando de acordo a dor.

O principal é observar as expressões do bebê ao chorar, pois ele dará indícios diferentes a cada tipo de choro.

É comum confundirmos o choro de fome e de dor, mas se o bebê tiver mamado há pouco tempo, nos primeiros dias de vida, provavelmente o desconforto motivador do choro é a dor.

Avalie também como é a feição da criança neste choro e como está seu corpinho. Em choros de dor, o bebê costuma ficar agitado, mexendo os bracinhos e as perninhas.

É importante dizer também que, geralmente, as dores em recém nascidos ou bebês muito pequenos, estão relacionadas à tão temida cólica.

O que fazer para aliviar as cólicas

  • faça massagens na área da barriga do bebê
  • acomode o bebê de modo que promova o maior conforto possível
  • faça compressas com bolsas térmicas ou fraldas para colocar na região da barriga
  • dê uma banho morno no bebê

Se o bebê não parar de sentir desconforto, leve-o ao médico pediatra para ser avaliado se há algo de errado, até mesmo com maior gravidade.

Como evitar os gases, que provocam as cólicas no bebê?

Esse desconforto pode ser evitado se você tomar cuidado com algumas coisas durante o dia.

Na amamentação, por exemplo, procure deixar seu bebê inclinado. Isso evitará o refluxo e ajudará também a “escapar” o ar que ele engole.

Mamães: procurem evitar alimentos que provocam gases, tais como café, chocolate e feijão. Esses alimentos irão interferir no seu leite e provocarão gases na sua criança.

O choro do bebê pode significar “raiva”

Bebês começam a ter a capacidade de compreender o mundo e passam a sentir frustração quando não possui suas necessidades atendidas.

É por isso que às vezes o choro pode ser causado pela famosa “manha”. Essa frustração é comum e, prepare-se para lidar com elas.

À certa altura, o bebê já sabe: se ele chorar certas coisas vão acontecer e seus desejos podem ser cumpridos.

Um exemplo é quando a criança quer o balanço do colo da mãe ou do pai, por conta da relação de conforto e afeto que se desenvolve com o convívio diário. Você está cansado(a) e não quer, porém ele vai chorar até conseguir sua atenção e, finalmente, seu colo.

Há também um outro tipo de incomodo ou raiva que ele sente, mas que, por não saber reagir, acaba por chorar. Isso ocorre quando o bebê está com sono.

Para esta situação, o melhor a fazer é: abaixe as luzes, o volume do som, dê um banho relaxante e faça-o dormir.

Como acalmar o bebê quando está chorando?

“É preciso, em primeiro lugar, acalmar a você mesmo! “

Muitas vezes quem fica mais nervoso é o pai e a mãe do que a própria criança. Principalmente para os novos papais e mamães.

Então, antes de qualquer coisa, fique despreocupado porque o choro é comum, é um recurso de comunicação do bebê contigo.

Se for fome, ele vai ser saciado. Se for dor, ela passará. Não crie pânico.

Quando o bebê está chorando ele está em estado mais irritadiço então é preciso acalmá-lo.

Isso por ser feito dando colo, aconchego e, até mesmo verificando se a temperatura onde a criança está, não está interferindo em seu conforto.

Pode ser que esteja frio, então verifique as mantas, a roupa, se o bebê está realmente quentinho e acomodado. Existem também os bebês calorentos. Para esses, tire a camisa, o macacão e o deixe apenas de fralda.

Use o bom senso. Se está muito quente ou frio para você, é bem possível que o seu filho se sente da mesma forma.

Diminua o tom de sua voz ao comunicar-se com o bebê. Ele começará a compreender que isso é positivo e calmante.

Dê bons banhos, com bastante carinho e demonstre todo seu afeto ao bebê. A conexão entre os bebês e os pais são muito maiores do que você imagina.

É normal o bebê chorar muito no fim do dia?

Essa é mais uma coisa que você precisa saber: seu bebê, muito provavelmente, irá chorar no fim do dia, e isso é normal!

Sempre perceba como está o ambiente que cerca a criança.

Utilize os imitadores de sons intra-uterinos. Eles realmente funcionam, pois estimulam os recém-nascidos a sentir-se tão seguros quanto quando estavam na barriga da mãe.

O mais importante dessa trajetória como mãe e/ou pai de um recém-nascido é saber que aquela pessoinha ali precisa de todo o seu cuidado, amor e carinho.

Haverão momentos complicados e alguns percalços no caminho, sim. Mas observando seu bebê e se empenhando todos os dias na relação com ele você passará por isso e logo sentirá saudades.

Preste atenção aos sinais do seu bebê

O mundo inteiro chega até seu bebê por meio dos sentidos, e cada bebê tem necessidades sensoriais diferentes, e é por isso que um bebê gosta de ser abraçado e outro não; ou um bebê vai chorar por causa da fralda molhada e outro vai ignorar e continuar a brincar feliz.

Conheça as preferências do seu bebê envolvendo todos os seus sentidos enquanto tenta descobrir o que ele precisa. Tente estar especialmente atenta a:

Mudanças de humor

As mudanças de humor do seu bebê parecem coincidir com as mudanças do ambiente, da hora do dia, ou em relação à comida ou cochilos? Por exemplo, se seu bebê está irritado no final da manhã, observe se ele está enviando sinais de que você está faltando – como um bocejo isolado ou esfregar os olhos.

Reações a diferentes situações e ambientes

Os bebês costumam enviar sinais que nós, como adultos, simplesmente não percebemos. Seu bebê pode ficar superestimulado se houver muitas pessoas por perto ou ficar especialmente chateado com as mudanças de horário.

Diferenças no choro do seu bebê

A princípio, todos os gritos soarão iguais, mas, aos poucos, você vai ouvir como o choro de “estou com fome” é muito diferente do choro de “estou cansado”. Observe o nível de ruído, o tom e a intensidade do choro, bem como a linguagem corporal e as expressões faciais do bebê. Costas arqueadas, rosto enrugado, olhos bem fechados para bloquear a luz, punhos cerrados, esfregar os olhos, movimento hiperativo ou frenético – todos esses sinais comunicam algo específico sobre o estado emocional e físico do bebê.

Você terá que aprender o que é preciso para acalmar e confortar um bebê chateado ou que não responde pode exigir todas as suas habilidades de percepção e consciência. Não desista se estiver tendo dificuldade em descobrir o que faz seu bebê chorar – ele provavelmente continuará tentando avisar você.

Compartilhe nossos conteúdos !

Shares

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.