Como fazer a transição do bebê para seu próprio quarto?

Ter o bebê dormindo por perto é uma fonte de conforto para vocês dois, mas em algum momento você precisará transferi-lo do seu quarto para o dele. 

É bem provável que seu recém-nascido comece a dormir no seu quarto. Não só é considerado o lugar mais seguro para o bebê – e uma maneira ideal de construir esse vínculo pais-filhos – como também é conveniente tê-lo por perto para todas as mamadas tarde da noite. Mas, em algum momento, você vai querer recuperar seu espaço. O que nos leva à questão-chave: quando levar o bebê para seu próprio quarto? Aqui, explicamos como saber quando seu filho está pronto para a grande mudança, além de dicas para fazer a transição do bebê para o berço.

Quando é hora de tirar o bebê do quarto dos pais?

Os bebês devem dormir no quarto dos pais – mas não na mesma cama – pelo menos nos primeiros seis meses de vida, idealmente durante todo o ano, para reduzir o risco de Síndrome de Morte Súbita Infantil em até 50 por cento, de acordo com a Academia Americana de Pediatria.

Exatamente por que dividir o quarto reduz drasticamente a probabilidade de Síndrome, ainda não está claro, mas acredita-se que ter outras pessoas no quarto faz com que o bebê durma mais levemente, possivelmente levando a um risco reduzido. 

Manter o bebê ao alcance da mãe também torna mais fácil amamentar, o que, por si só, já demonstrou reduzir o risco em 70%.

Manter o bebê em seu quarto durante os primeiros 12 meses também pode ajudar a fortalecer seu vínculo. A relação pais-filhos é muito melhorada ao permitir que a criança durma no seu quarto o maior tempo possível. 

O bebê aprende que pode contar com você para estar lá enquanto ele se ajusta à vida fora do útero, e é consolado pelos sons da sua respiração.

Dito isso, um ano é muito tempo, e é compreensível – e totalmente normal – se você estiver pronto para levar o bebê para seu próprio quarto antes disso. Cada bebê é diferente e às vezes os pediatras recomendam levar em conta o que é melhor para todos na família.

Tudo se resume ao que funciona melhor para a dinâmica da sua família. Os bebês tendem a ficar mais alertas e conscientes do que os rodeia após 6 meses, então o processo pode ser mais desafiador depois dessa idade, mas não é que se torna impossível.

Quando o bebê pode começar a dormir sozinho no quarto?

Se você quiser esperar até a marca de 12 meses antes de fazer a transição do bebê para o berço, ótimo. 

Mas se você estiver pronto para mover o bebê antes disso, mantenha algumas coisas em mente:

Primeiro, verifique com seu pediatra se o bebê está crescendo bem e não precisa de alimentação no meio da noite. Outro sinal de que seu filho pode estar pronto para a mudança? Se ele puder rolar de barriga para baixo, para as costas para baixo.

O quanto de tempo que o bebê consegue dormir durante a noite também é importante. Se o bebê acorda a cada duas, três ou quatro horas, ele pode não estar pronto para ir para o seu próprio quarto. 

Se o bebê pode dormir por seis horas ou mais, é um ótimo momento para considerar trocar o bebê de quarto. 

Mesmo que ele durma bem, considere a logística com cuidado. É importante estar bem perto do bebê durante a noite para que você possa chegar até ele rapidamente se algo parecer errado. 

Se o seu quarto e o do bebê estiverem em lados opostos da casa, você pode precisar esperar 12 meses antes de mudar o bebê para o próprio quarto.

Dicas para levar o bebê para o quarto dele

Primeiro, é importante preparar o quarto do bebê para um sono seguro. Isso significa ter um berço com colchão firme e lençol justo, e mantê-lo completamente livre de para-choques, brinquedos e cobertores. Também recomendamos cortinas blackout e uma máquina de ruído branco (também serve o celular).

Depois que tudo estiver no lugar, comece a fazer a transição do bebê para o berço, fazendo-o cochilar a tarde no próprio quaerto para deixá-lo confortável para dormir no novo espaço. 

Assim que ele pegar o jeito, faça o bebê dormir em seu próprio quarto durante a noite. Para ajudar a ficar de olho em seu filho, recomendamos ter um bom monitor de vídeo para bebês que permite ver e ouvir seu filho de qualquer ponto da casa.

Ter uma rotina de sono e segui-la é essencial para uma transição tranquila.

Recomenda-se entrar no quarto para trocar as fraldas, diminuir as luzes e ler uma história, depois desligar as luzes e cantar uma canção de ninar enquanto embala o bebê até quase dormir. Por fim, coloque o bebê no berço devagar e com um sorriso e saia do quarto. 

Essas dicas são essenciais para ajudar o bebê a saber que o sono está chegando e que ocorrerá no seu aconchegante quarto.

Se você está um pouco assustado com o fato de seu filho dormir sozinho, não há problema em ficar no quarto do bebê nas primeiras noites. Mas tente não se estressar com o estado do bebê pois, à vezes, levar o bebê para o próprio quarto costuma ser mais difícil para os pais do que para a criança. 

E se não funcionar?

Se você tentar fazer a transição do bebê para o berço e não der certo, não há problema em mover o bebê de volta para o seu quarto e tentar novamente em um mês ou mais. 

Não desanime. Só porque você não conseguiu em seis meses, não significa que não vai conseguir em sete meses.

Quando se trata de mover o bebê para seu próprio quarto, lembre-se de que ele é bastante resistente. Mesmo que tenhamos algumas noites difíceis, seu filho vai aprender a amar seu novo espaço para dormir se você der a ele essa oportunidade. Ter seu próprio quarto de volta também não será tão ruim.

Compartilhe nossos conteúdos !

0Shares
0

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.