Desenhos animados: efeitos positivos e negativos

Desenhos animados são uma parte inevitável da vida de todas as crianças. Desde o surgimento de filmes de desenho animado há mais de um século, várias gerações de crianças cresceram assistindo filmes de animação. Uma multidão de meninas fantasiou ser princesas e os meninos se imaginaram cavaleiros valentes depois de assistir a contos de animação clássicos como Peter Pan, Aladdin, Cinderela, A Bela e a Fera etc.

No entanto, os desenhos animados podem ter efeitos positivos e negativos no desenvolvimento cognitivo e no comportamento de uma criança. Este artigo mostra tudo sobre os efeitos dos desenhos animados em crianças e fornece dicas sobre como lidar com seus efeitos negativos.

Efeitos positivos dos desenhos animados

A importância dos desenhos animados para crianças pode ser vista pelos vários efeitos positivos que os desenhos animados têm no comportamento e desenvolvimento da criança. Aqui estão alguns efeitos positivos que os desenhos animados podem ter nas crianças:

1. Ajuda as crianças a começar cedo na aprendizagem

Os desenhos animados podem ajudar as crianças a começar cedo o aprendizado. A influência positiva dos desenhos animados nas crianças pode ser vista especialmente no caso dos desenhos animados educacionais que ensinam formas, números e cores. Esses desenhos podem ensinar coisas básicas para as crianças de uma maneira divertida e interativa, tornando o aprendizado uma atividade agradável. As imagens em movimento, conversando e visuais coloridos tornam o aprendizado interessante para as crianças.

2. Ajuda no desenvolvimento cognitivo

Assistir desenhos animados pode ajudar a desenvolver as habilidades cognitivas do seu filho. Pode ajudar a desenvolver a capacidade lógica e de raciocínio, o processamento visual e auditivo e a atenção sustentada e seletiva de uma criança.

3. Ajuda no desenvolvimento da linguagem

Os desenhos animados podem expor seus filhos a diferentes idiomas, ajudando assim as crianças a desenvolver suas habilidades linguísticas . Permitir que eles assistam desenhos em sua língua nativa, por exemplo, pode ajudá-los a aprender melhor o idioma. Ao assistir diferentes desenhos animados, as crianças também podem melhorar sua pronúncia e sua maneira de falar.

4. Melhora a criatividade

Assistir desenhos animados ajuda a aumentar a imaginação e a criatividade das crianças. Seu filho poderá pensar em novas ideias inspiradas em certos desenhos animados e criar novas histórias ou obras de arte com base nos desenhos animados que assistir.

5. Promove o riso e alivia o estresse

As crianças acham engraçado os desenhos animados e riem alto das palhaçadas dos personagens. O riso é um bom para reduzir o estresse e um construtor de confiança. Também aumenta a imunidade e causa a liberação de endorfinas que nos levam a ter sentimentos positivos.

6. Ajuda as crianças a aprender sobre coisas diferentes

Assistir a desenhos animados é uma ótima maneira de ensinar seus filhos sobre costumes, tradições, história e mitologia locais.

Impacto negativo de assistir desenhos animados

Embora os desenhos animados tenham muitos efeitos positivos nas crianças, eles também podem ter efeitos negativos no comportamento e desenvolvimento da criança. Aqui estão os vários efeitos negativos que os desenhos animados podem ter nas crianças.

Promove comportamento indisciplinado e falta de empatia

Existem vários desenhos animados que mostram personagens exibindo comportamento rude ou desobediente em relação a seus professores e idosos. As crianças podem imitar esse comportamento e desafiar seus pais ou professores quando são disciplinadas por mau comportamento.

2. Promove o uso de linguagem ruim

Os desenhos animados geralmente incluem linguagem imprópria para crianças. As crianças são impressionáveis ​​e podem começar a usar palavrões que aprendem com desenhos animados na vida real.

3. Incentiva comportamentos não sociais

Existem vários desenhos animados que incentivam o comportamento anti-social e transmitem mensagens erradas às crianças. Depois, existem alguns desenhos animados que contêm insinuações sexuais, incentivam a agressão e promovem comportamentos malcriados. Isso pode afetar o comportamento do seu filho e fazê-lo pensar que é normal ser agressivo, mimado ou violento.

4. Pode levar a problemas de saúde devido ao estilo de vida sedentário

Muitas horas em frente a uma tela assistindo a desenhos animados podem causar vários problemas de saúde devido à inatividade e a um estilo de vida sedentário. Isso inclui obesidade, problemas de visão e deficiências nutricionais devido a maus hábitos alimentares.

5. Promove modelos ruins de personalidade

As crianças costumam idolatrar seu personagem de desenho animado favorito e imitá-las ou aspiram ser como elas. Freqüentemente, o objeto de sua admiração pode ser um modelo enganoso que incentiva os hábitos errados ou exibe um comportamento insensível em relação aos semelhantes. Esse tipo de impacto dos desenhos animados na psicologia infantil muitas vezes pode levar a consequências devastadoras e resultar em crianças não comunicativas, antissociais ou indisciplinadas.

6. Pode promover comportamentos agressivos

Assistir desenhos animados que retratam a violência pode incentivar as crianças a se tornarem violentas na vida real. Além disso, as crianças podem acreditar que ninguém se machuca ou sente dor, pois os desenhos animados escapam incólumes após sofrer violência ou acidente. Por exemplo, os personagens de Tom e Jerry geralmente se batem ou fazem com que caiam de altura, sem consequências reais.

Dicas para os pais lidarem com os efeitos colaterais dos desenhos animados em uma criança

Agora que falamos sobre as várias vantagens e desvantagens dos desenhos animados e o impacto dos desenhos animados no comportamento das crianças, aqui estão algumas dicas para os pais lidarem com os efeitos colaterais negativos dos desenhos animados:

1. Assista com seus filhos

Assistir a um desenho animado com seus filhos permitirá que você monitore o que eles veem e também observe a reação deles a vários eventos do enredo. Também ajuda você a se relacionar melhor com seu filho. Saber qual é seu personagem de desenho animado favorito e rir com ele o ajudará a entender o modo de pensar de seu filho e a melhorar seu relacionamento com ele.

2. Limite o número de horas

Defina uma regra que limite o tempo para assistir TV ou desenhos animados por 1 hora por dia, especialmente para crianças pequenas (crianças menores de 3 anos não devem assistir a telas, segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria). Incentive-os a sair e brincar em vez de sentar e assistir a desenhos animados.

3. Selecione desenhos apropriados ou educacionais

Permita que seu filho assista prioritariamente a desenhos animados educacionais ou apropriados para a idade que não representem ou incentivem comportamentos negativos.

4. Explique a diferença entre desenhos animados e realidade

Explique a diferença entre desenhos animados e realidade para o seu filho. Ensine seu filho sobre o que é prejudicial, o que é aceitável e o que não é realista. Por exemplo, você pode explicar ao seu filho que, embora um personagem pareça ter escapado ileso após sofrer violência, não é o caso na vida real.

5. Use aplicativos de filtragem e monitoramento

Use aplicativos de controle dos pais que possuem software de monitoramento e filtragem para filtrar conteúdo inapropriado e bloquear conteúdo que você não deseja que seu filho acesse. Certifique-se de não deixar a criança sozinha em frente à TV ou celular por horas sem monitorar o que está assistindo.

6. Explorar canais informativos

Explore canais como Discovery, National Geographic e Animal Planet para obter conteúdo informativo e educacional que ajudará no desenvolvimento geral do seu filho. Você também pode levá-los para experimentar o que viram na TV. Por exemplo, se eles assistem a um programa sobre a galáxia ou sistema solar, você pode levá-los a uma visita ao planetário e até apontar constelações e planetas para eles no céu noturno.

7. Assista a programas em outros idiomas

Incentive seu filho a assistir a programas de idiomas diferentes, que os ajudem a aprender as letras do alfabeto, das palavras e das rimas.

8. Não os deixe comer sentados em frente à TV

Comer enquanto assiste à televisão ou ao celular prepara o cenário para uma vida inteira de maus hábitos alimentares, como compulsão alimentar e dependência de junk food. As crianças costumam comer demais quando estão na frente de uma tela. Eles também tendem a fazer escolhas alimentares pouco saudáveis. Comam juntos à mesa de jantar em família e evite assistir TV durante as refeições. Isso ajudará as crianças a se concentrarem na refeição e incentivá-las a comer alimentos nutritivos e a parar quando estiverem cheias.

Os desenhos animados podem ter efeitos positivos e negativos nas crianças, dependendo do tipo de desenho que assistem. Ao limitar o tempo de exibição das crianças e incentivá-las a sair para brincar, você pode garantir que seus filhos sejam mais saudáveis ​​e felizes. Seguir as dicas listadas certamente ajudará a evitar os efeitos negativos dos desenhos animados no desenvolvimento e comportamento da criança.

Compartilhe nossos conteúdos !

0Shares
0

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.